“É uma acusação muito grave”, diz Samantha Power sobre uso do termo “genocídio”

Confira a opinião de Samantha Power, ex-embaixadora dos EUA na ONU, no Roda Viva, sobre o uso da classificação “genocídio” diante da postura de Jair Bolsonaro no combate à Covid-19 no Brasil.

Professora na Faculdade de Direito e na Escola de Administração de Harvard, Samantha Power tem uma longa trajetória de luta em defesa dos direitos humanos. Antes de entrar para a política, foi jornalista e cobriu, para o New York Times, a guerra na Bósnia. O livro que escreveu sobre aquele conflito, “Genocídio”, lhe garantiu o prêmio Pulitzer, o mais prestigiado dos Estados Unidos.

#RodaViva

You May Also Like