“Foi torturante”, diz Samantha Power sobre escrever livro de sua vida

No Roda Viva, a professora de Harvard Samantha Power comentou a abertura de questões pessoais em seu livro autobiográfico.

Professora na Faculdade de Direito e na Escola de Administração de Harvard, Samantha Power tem uma longa trajetória de luta em defesa dos direitos humanos. Antes de entrar para a política, foi jornalista e cobriu, para o New York Times, a guerra na Bósnia. O livro que escreveu sobre aquele conflito, “Genocídio”, lhe garantiu o prêmio Pulitzer, o mais prestigiado dos Estados Unidos.

#RodaViva

You May Also Like