Pesquisa aponta que falta de trabalho afeta mais mulheres, negros e chefes de família

Segundo pesquisa do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas, o número de jovens brasileiros de 15 a 29 anos que não estudam e não trabalham aumentou na pandemia.
Entre mulheres, negros, chefes de família e pessoas sem instrução, o percentual é ainda maior.
Porém, o desemprego no Brasil não escolhe faixa etária. Atualmente, segundo dados do IBGE, 14,4 milhões de brasileiros estão desempregados

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

You May Also Like