Polícia Civil do RJ praticou tiro ao alvo no Jacarezinho, diz monge beneditino Marcelo Barros

Marcelo Barros é teólogo, escritor e monge beneditino, também é assessor do MST e de movimentos sociais e comunidades eclesiais de base. Ele foi entrevistado nesta sexta-feira pela jornalista Marilù Cabañas no Jornal Brasil Atual. Na conversa, o monge Marcelo analisou a ação da Polícia Civil do Rio de Janeiro na favela de Jacarezinho.

#JacarezinhoRJ
#MST
#RiodeJaneiro
#JornalBrasilAtual

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

You May Also Like